River e Guarani empatam no Paraguai e argentinos estão na final

O River Plate após 19 anos voltará a disputar a final da Libertadores. O agora técnico Marcelo Gallardo conduziu o time até o empate contra o Guaraní, no Defensores del Chaco, suficiente para a classificação. 

Os Millionarios haviam vencido na Argentina. Após ser o pior na fase de grupos, o time mostrou força, eliminou o rival Boca, o bicampeão brasileiro Cruzeiro e o bravo Guaraní. Na final, o adversário sairá do duelo entre Internacional e Tigres

Era a partida mais importante do Guaraní. A equipe estava em desvantagem, pois havia perdido a primeira partida por 2 a 0, com isso, a equipe adotou postura ofensiva, mas viu o rival criar a primeira boa chance de marcar. Mora tentou e Aguilar conseguiu ir no alto para espalmar. 

O River, assim como fez no Mineirão, não se intimidou jogando fora de casa e foi ao ataque em busca de um gol que praticamente mataria a partida. 10 mil argentinos estavam no Defensores del Chaco para apoiar a equipe. 

Os donos da casa, que haviam começado o jogo pressionando, só conseguiram colocar Barovero para fazer uma grande defesa aos 39 minutos. Benítez arriscou e o goleiro conseguiu espalmar. 

Os paraguaios foram melhor no início do primeiro tempo e nos minutos finais da primeira etapa, enquanto os Millionarios dominaram na maior parte do tempo. 

O jogo parecia tranquilo para o River, que não era pressionado no segundo tempo, até um lance colocar fogo no duelo e acordar a torcida local, que passou a fazer muito barulho. 

Benítez fez jogada na direita e cruzou para Palau desviar de cabeça. A bola bateu na trave e sobrou para Santander, que cruzou para Fernando Fernández explodir a rede inimiga. 

O jogo pegou fogo e Palau voltou a ficar perto de marcar de cabeça, vencendo novamente Barovero, mas quem salvou foi Sánchez, em cima da linha.


Do outro lado, Alario teve duas grandes chances de empatar e garantir a vaga histórica. Na primeira, Aguilar pegou. Na segunda, o jovem tocou por cima do goleiro e entrou para a história, aos 22 anos. Quase a sua idade, 19 anos, era o tempo em que o River ficou afastado da final da competição. A hora chegou. Nuñez vai ferver. 

Postar um comentário

0 Comentários