Marcelo Grohe brilha nos pênaltis e Grêmio avança na Copa do Brasil

Após ter perdido na Arena, em Porto Alegre, o Tricolor Gaúcho foi até Santa Catarina para enfrentar novamente o Criciúma.

Com um primeiro tempo de muitas emoções, as duas equipes lutavam pelo gol.

As principais chances foram do Criciúma, mas quem marcou foi o Grêmio. Em jogada pela direita, Luan cruzou e Pedro Rocha, meio sem querer, mandou para a rede. 

O Tigre quase empatou pouco depois, com Lucca, que acertou belo chute. Marcelo Grohe conseguiu defender e a bola ainda pegou na trave. 

A grande chance de empate na primeira etapa apareceu nos pés de Rodrigo. Na área, o meia pegou mal demais na bola e acabou chutando para o alto. 

As oportunidades voltaram a aparecer na segunda etapa, em um jogo que era nervoso. Aos 12, Luan tinha grande chance, mas acabou facilitando a vida de Luiz, que fez a defesa. Aos 19, Paulo Sérgio colocou Grohe para trabalhar e, no rebote, Lucca desperdiçou o empate. 

O Tricolor passou mais tempo no ataque, criando as melhores jogadas, e ganhou força após a expulsão de Guilherme Santos. O Criciúma se retraiu. 

Os gaúchos até buscaram o segundo gol diante de um rival recuado, e Braian Rodríguez até chegou perto de conseguir, mas a definição só saiu nos pênaltis. 


Marcelo Grohe pegou a primeira, batida por Paulo Sérgio, e tudo ia se encaminhando bem para os gremistas até que Braian Rodríguez parou em Luiz na quarta cobrança. O goleiro dos catarinenses, que seria herói, bateu a quinta cobrança e parou em Grohe, virando vilão. O goleiro de seleção do Grêmio deu a vaga. 

Postar um comentário

0 Comentários