Sem Neymar, Brasil vence Venezuela e enfrenta Paraguai nas quartas

O Brasil foi a campo na noite deste domingo(21), para enfrentar a Venezuela pela última rodada da fase de grupos da Copa América. 

A seleção brasileira entrou precisando apenas de um empate para se classificar, mas ninguém avisou isso pro Thiago Silva.

Aos 9 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro brasileiro mandou uma paulada indefensável: 1 a 0 Brasil.

A derrota não interessava para a equipe venezuelana, pois eliminaria a equipe. 

Apesar da atitude, os venezuelanos não conseguiam levar perigo, e as melhores chances seguiam com os brasileiros, que chegaram perto de ampliar com Robinho e Filipe Luís. Willian também levou perigo. 


É claro que o gol cedo ajudou e tirou um peso enorme em cima da equipe, mas, coletivamente, a seleção brasileira fazia um bom jogo, bem melhor do que nos confrontos anteriores. 


Brasil joga bem e aumenta

A história do primeiro tempo quase se repetiu. Desta vez, Willian cobrou escanteio e Thiago Silva cabeceou, mas o goleiro venezuelano fez uma ótima defesa.

O gol não foi de Thiago Silva, mas foi de Roberto Firmino. E foi bonito, como o primeiro. Willian fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Firmino completar na área. 

Só então, a Venezuela conseguiu levar perigo para Jefferson, mas o goleiro se saiu bem e, após alguns minutos, a equipe pareceu desistir do jogo. 

O Brasil manteve a posse da bola e administrou bem o resultado. Dunga ainda optou por colocar David Luiz na vaga de Coutinho, na metade que restava do jogo, e recuou o time. 


O jogo ganhou em emoção nos minutos finais por um gol que a Vinotinto anotou, com Miku pegando rebote de Jefferson após cobrança de falta. Mas a reação não passou disso. 

Postar um comentário

0 Comentários