Palmeiras vence Corinthians na Arena



O Palmeiras conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro e logo contra o Corinthians. O verdão foi superior e fez a festa na Arena Corinthians.

Com a vitória, o Palmeiras salta seis posições na tabela, para o 10º lugar, com cinco pontos. O Corinthians, que começou bem no Brasileiro, estaciona nos sete pontos e na oitava posição.

Corinthians e Palmeiras entraram pressionados na Arena. Os donos da casa ainda remoendo a eliminação na Libertadores, mas principalmente por conta da crise fora de campo, que nesta semana provocou a baixa de Guerrero. O Alviverde pelos resultados no Brasileiro, um ínicio sem vitórias e com um ataque pouco eficiente. O clássico apareceu como oportunidade única para dar início à reação, e o time de Oswaldo de Oliveira acabou por ser feliz.

O início até foi equilibrado. Kelvin abriu as tentativas de gol com um arremate venenoso de fora da área, que passou por cima da meta de Cássio, e o Corinthians respondeu com bom avanço de Renato Augusto pela ponta esquerda, parando na saída de Fernando Prass. Mas depois disso, apenas o Palmeiras jogou.

Aos 24 minutos, o Palmeiras abriu a contagem. Valdivia dominou a bola na intermediária do adversário e abriu na direita para Kelvin. O atacante cruzou na medida para Rafael Marques, que cabeceou com categoria, tirando de Cássio e encontrando a rede.

O time de Oswaldo de Oliveira manteve o domínio no meio-campo e tratou de fazer o que não vinha fazendo no Brasileiro: gols. Antes do intervalo, Valdivia cruzou para a área, Zé Roberto dominou tirando da defesa e chutou prensado no goleiro. A bola subiu e o veterano mostrou reflexo para completar de cabeça, desta vez para o gol vazio.

Dois gols atrás, o Corinthians não tinha outra alternativa no segundo tempo que ir ao ataque. Tite escalou o atacante Mendoza para o lugar de Ralf. O time alvinegro deixou sua postura cautelosa para fazer jogo aberto com o Palmeiras, o que rendeu um segundo tempo de muita correria.

Mendoza trouxe novo ânimo para o Corinthians, com velocidade pela ponta esquerda, e empolgou a torcida. Mas a pontaria corintiana não estava afiada e Fernando Prass não precisou trabalhar e nem a entrada de Danilo no lugar de Petros resolveu a situação. 


Cássio seguiu sendo mais acionado. Aos 22, impediu gol em toque de cobertura de Zé Roberto. No minuto seguinte, voltou a trabalhar em cobrança de falta do meia veterano. Depois, fechou o ângulo em finalização de Egídio. O Corinthians poderia ter sofrido derrota pior não fosse pelo goleiro.

Postar um comentário

0 Comentários