Valdívia marca e Inter vence o The Strongest

© ALEXANDRE LOPS/INTERNACIONAL
O Internacional entrou em campo nesta quarta-feira, em horário meio diferente para um jogo de meio de semana, 17:30hrs, para enfrentar o The Strongest, a Bolívia, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Para isso, o Colorado contou com a estrela do jovem Valdívia, que entrou ainda no primeiro tempo e garantiu a vitória sobre o The Strongest. 

Com a vitória, a equipe gaúcha terminou a fase de grupos na liderança da chave, enquanto os bolivianos foram eliminados. O Emelec, que venceu a Universidad, do Chile, ficou com a segunda vaga. 

O Internacional tinha postura ofensiva. Rondava a área do adversário e buscava espaços para furar a defesa. Queria a vitória, apesar de o empate servir para avançar na liderança. 

Aos 18 minutos, o técnico Diego Aguirre foi obrigado a mudar. Jorge Henrique sentiu e deixou o campo, para a entrada de Valdívia. A torcida vibrou, já que o jovem vive ótimo momento. 

Pouco depois de ter entrado, Valdívia criou a primeira grande chance do jogo. Foi ao fundo e cruzou para Nilmar, que desviou e a bola passou muito perto do gol. 

Aos 29, foi o próprio Valdívia que teve a chance do arremate, na cara do gol, mas o chute acabou parando no goleiro Vaca. Era uma pressão colorada. 

A boa partida de Valdívia e a postura ofensiva dos gaúchos deram resultado aos 40. Eduardo Sasha fez grande passe para o meia, que pegou de primeira para marcar. 

O segundo tempo do Colorado não foi tão bom. Valdívia já não brilhava tanto e os principais nomes erravam muito. D´Alessandro perdeu uma bola no campo de defesa e Chumacero quase empatou. Nilmar saiu aos 30 sem muito fazer. 

Quando o jogo foi se aproximando mais do final, os bolivianos se lançaram mais ao ataque. Sabiam que o Emelec vencia a Universidad e que precisavam reagir. Mas não houve reação, e os equatorianos acabaram com a segunda vaga do grupo. 





Postar um comentário

0 Comentários