Header Ads

Chape é homenageada, mas acaba sendo goleada pelo Barcelona

© GETTY / ALEX CAPARROS
A Chapecoense foi até a Espanha para jogar contra o Barcelona. Em partida válida pelo Troféu Joan Gamper, a equipe brasileira foi goleada por 5 a 0.

Rafael Henzel estava nas tribunas narrando a partida, Neto e Follman deram o simbólico pontapé inicial com muitos aplausos. Em campo, Alan Ruschell voltou a atuar. Todos os sobreviventes da tragédia estavam presentes no Camp Nou.


Barcelona dá show de futebol

Após as homenagens, o Barcelona impôs sua melhor forma em campo e o gol não demorou a aparecer. Com cinco minutos de jogo, Rakitic rolou para Deulofeu empurrar para as redes.

O domínio era catalão e Busquets acertou um belo chute no ângulo, sem chances para Elias fazer a defesa.

A Chape deu o primeiro chute a gol aos 15 minutos, quando Wellington Paulista avançou pela ponta esquerda e bateu cruzado para fora. A partida ficou menos desequilibrada, muito por conta do Barcelona estar em ritmo festivo, que evitava acelerar o jogo.

Também em ritmo festivo, a Chape evitou ao máximo cometer faltas. Missão difícil para alguém que teria que marcar Lionel Messi. Aos 27 minutos, o argentino ganhou da marcação, tocou para Deulofeu, que devolveu para ele empurrar para as redes, 3 a 0.

Elias teve uma participação incrível, evitando muitos gols. O placar ficou de bom tamanho para os catarinenses.

Barcelona completa goleada na segunda etapa

Luis Suárez marcou o quarto gol catalão. Aos 10 minutos da segunda etapa, o atacante recebeu e, mesmo sem ângulo, bateu forte, vencendo o goleiro Elias. Denis Suárez recebeu de Messi e marcou o quinto tento, aos 28 minutos.

O Barcelona ainda teve um pênalti a seu favor. Paco Alcácer bateu e Arthur Morais fez belíssima defesa, evitando o sexto gol catalão. No fim, o resultado pouco importava e valeu a solidariedade do povo de Barcelona.

Escrito por: Edmilson Junior (@edzinho33)

Nenhum comentário