Header Ads

Cruzeiro vence América e segue na liderança

© WASHINGTON ALVES/ CRUZEIRO
O Cruzeiro venceu hoje o América-MG no Estádio Independência, pela 7ª rodada do Campeonato Mineiro. O gol foi marcado por Rafael Sóbis ainda no primeiro tempo. O resultado coloca o time celeste com 19 pontos na competição, um a mais que o rival Atlético-MG. O Atlético MG enfrenta amanhã o Tupi, no mesmo local da partida de hoje, podendo voltar a ser líder, caso vença sua partida.

Como já esperado, o América veio fechado por um duelo contra um dos favoritos ao título em MG. Começou com três zagueiros (Renato Justi, Messias e Rafael Lima) e chegou a ter apenas 15% de posse de bola durante a partida. Apesar do placar magro na primeira etapa, sendo o gol marcado através de uma penalidade, o Cruzeiro dominou amplamente a partida. 

O time celeste teve suas principais jogadas nos pés do ofensivo lateral Diogo Barbosa, Robinho articulou bem pela direita, além de Rafael Sóbis, principal destaque nos primeiros 45 minutos. Outro que manteve boa atuação foi o volante Ariel Cabral, apesar de seu discreto futebol, aplicou bons passes que surtiram em boas jogadas ofensivas, sendo também efetivo nos desarmes pelo meio-campo.

Pelo lado do Coelho, Gérson Magrão foi o melhor em campo, cobrou falta com perigo, sendo esta a principal jogada de perigo do time na primeira etapa. O lado esquerdo americano por sinal foi o que mais obteve boas ações, outro que participou bem foi o lateral-esquerdo Pará. Jogador que tem contrato com o Cruzeiro até 2019 foi emprestado ao América até o final da temporada. Foi bem no reencontro com o clube no qual ainda possui contrato.

O segundo tempo começou de forma diferente para o time alviverde, disposto a atacar com mais frequência, adiantando as linhas de marcação, obrigou do goleiro Rafael três grandes defesas. Fora o melhor momento da equipe na partida.

A principal mexida no time foi à entrada do atacante Marion (ex-Atlético-MG), com sua velocidade de sempre, aproveitou para colocar um fogo a mais no jogo, porém não conseguiu criar tantas oportunidades assim. 

Já o Cruzeiro, pressionando nos primeiros vinte minutos da etapa complementar, colocou mais velocidade em seu ataque, Alisson entrou no lugar de Thiago Neves. A grande diferença para o primeiro tempo foi que no segundo o lado direito prevaleceu, Ezequiel apareceu bem para o jogo.

Algumas baixas no time cinco estrelas chamaram atenção, o meia uruguaio Arrascaeta não fez boa partida, acabou sendo substituído por Rafinha e decepcionou. No final da partida o argentino Ramón Ábila entrou no lugar de Rafael Sóbis, mas pouco conseguiu jogar, faltou tempo. 

Por: Vinicius Viana Duczmal Colaborador do Futebol Fanático.

Nenhum comentário