Header Ads

Barcelona faz goleada histórica e avança na Liga dos Campões

© GETTY IMAGES
O Barcelona fez o impossível acontecer. Na tarde desta quarta-feira, o time catalão fez uma goleada de 6 a 1 e eliminou o PSG da Liga dos Campeões.

Os Culés abriram 3 a 0, mas um gol de Cavani, para o PSG, fez com que os torcedores perdessem as esperanças. Porém, os comandados por Luis Enrique conseguiu a reação, fez o quarto e o quinto e, ainda, contou com um gol no último minuto, para avançar na competição.

Barça faz dois a zero 

Em um início de jogo esperado, o Barcelona precisou de apenas três minutos para começar a sonhar com a vaga. Rafinha cruzou da direita e Marquinhos cortou mal. Verrati e Trap se atrapalharam e Luis Suárez empurrou de cabeça para o gol: 1 a 0.

Unay Emery adotou uma estratégia diferente do que no jogo de ida. Recuou toda equipe, dando espaço para o Barcelona, que sofre com a saída de bola, jogar com liberdade. Com isso, o PSG assitia os espanhóis jogar, enorme risco contra uma equipe qualificada como a do Barcelona.

Aos 39 minutos, Marquinhos perdeu disputa de bola com Iniesta, que deu um taquinho para dentro da área. Kurzawa tentou afastar, mas mandou para a própria meta. O Barça foi para o intervalo com metade do trabalho feito.

Cavani "termina" com sonho do Barcelona

No início do segundo tempo, o Barcelona estava realizando seu sonho. Neymar aproveitou escorregão de Verrati para se jogar em cima do jogador para cavar pênalti. Na cobrança, Messi marcou: 3 a 0.

Di María entrou no lugar de Lucas, que não foi visto em campo. O PSG se animou e saiu para o jogo. Cavani acertou a trave de Ter Stegen, aos seis minutos. Mesmo seguindo melhor, o Barcelona, agora, via sua zaga sendo ameaçada e um gol bastaria para a eliminação.

Aos 16 minutos, a bola foi lançada na área. Kurzawa ganhou de Rakitic e cabeceou para trás. Na sobra, Cavani mandou uma bomba e estufou as redes. 

Neymar decide

O gol abalou os espanhóis, pois, agora, seriam precisos mais três gols para a classificação. Do lado francês, o alívio chegou aos torcedores parisienses, tendo certeza da vaga garantida. Mas a paz durou pouco. O PSG se fechou novamente e Neymar chamou a responsabilidade, comandando a reação.

Aos 43 minutos, o atacante brasileiro cobrou falta no ângulo, fazendo com que Trapp apenas ficasse olhando a bola entrar no gol. Ainda eram precisos mais dois gols, mas o Barcelona não recuperou as forças e as esperanças.

Aos 45, Suaréz foi esperto e cavou pênalti após dividida com Marquinhos. Neymar cobrou e fez: 5 a 1.

Agora, era preciso apenas um gol e o time espanhol foi para o tudo ou nada. Ter Stegen foi para a área do PSG tentando fazer o gol, mas quem marcou foi Sergi Roberto. Após Neymar levantar na área, o meia se jogou de qualquer jeito, conseguindo deslocar Trapp, classificando os Culés.


Nenhum comentário