Header Ads

Chapecoense não jogará última rodada do Brasileirão

(Foto: Amanda Kestelman)/GloboEsporte.com
Está decidido! A Chapecoense não vai entrar em campo para enfrentar o Atlético Mineiro no dia 11, última rodada do Brasileirão. Vitor Hugo Nascimento, chefe do departamento de desempenho, anunciou a decisão, nesta quinta-feira, na Arena Condá, após uma reunião entre os representantes de futebol do clube.

A CBF(Confederação Brasileira de Futebol) já havia manifestado sua decisão em realizar a partida. O presidente do Atlético Mineiro, Daniel Nepomuceno, já tinha dado uma entrevista, onde falou que a equipe não jogará. Com a decisão da Chape, já sabe-se que não haverá jogo.

"Não vai ter jogo. Já nos juntamos do que sobrou da comissão, jogadores, foi unânime, não vamos jogar. As inscrições acabaram, vão abrir uma exceção, rasgar o regulamento? Não tem clima. Como se comportariam árbitros e jogadores. Usaram até a palavra festa. Que festa é essa? Foi muito bom o Atlético Mineiro se antecipar e dizer que não vem a Chapecó. A CBF não manda nada nesse aspecto" - disse Vitor Hugo.

Em meio a tragédia, surgiu muitas especulações e manifestações de apoio. Irmão e empresário de Ronaldinho, Asis não descartou a possibilidade do craque defender as cores do clube catarinense. Falaram em doações de clubes, empréstimos de jogadores. Por enquanto, o clube evita qualquer preocupação com essas coisas.

"Temos que nos preocupar com as mães solteiras, com as crianças que precisam ter garantias até o fim da vida. Não queremos saber nem de ser campeão. Estamos nos blindando para que ninguém se aproveite desse momento" - afirmou Vitor Hugo.

Nenhum comentário