Header Ads

Avião da Chapecoense cai na Colômbia

Reprodução/Twitter

Avião que transportava equipe catarinense caiu em La Ceja, enquanto viajava para Medellín, onde seria a final da Copa Sul-Americana. A aeronave caiu às 22h15, na Colômbia; 01h15, no Brasil.

O avião tinha 81 passageiros, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes. As primeiras informações locais confirmam 76 mortos.

"Estamos trabalhando também para resgatar os corpos dos mortos entregar às suas famílias. Conseguimos resgatar cinco pessoas com vida. Quando amanhecer, vamos retirar os corpos e iniciar o processo para enviar ao país de origem das pessoas", disse José Acevedo, chefe da polícia da Antioquia, região da queda, para a rádio colombiana Caracol. 

Entre os cinco sobreviventes, estariam os goleiros Danilo e Follmann e o lateral Alan Ruschell. O zagueiro Neto também foi encontrado com vida. A Chapecoense espera mais informações para se pronunciar.

A CBF divulgou uma nota, na qual "manifesta a sua consternação com as notícias que chegam da Colômbia, dando conta de um acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados, a caminho do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana.

Estamos em contato com a Conmebol, autoridades locais e representantes do clubes em busca de mais informações, antes de quaisquer possíveis medidas quanto ao andamento do futebol brasileiro".

Decisão suspensa

A Conmebol, através de seu site oficial, anunciou a suspensão da decisão da Copa Sul-Americana. Veja na íntegra:

"A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que foi notificada por autoridades colombianas de que o avião em que viajava a delegação da Chapecoense do Brasil sofreu um acidente em sua chegada à Colômbia. Estamos em contato com as autoridades e à espera de avanços oficiais.
A família Conmebol lamenta enormemente o ocorrido.Todas as atividades da Confederação ficam suspensas até novo aviso.
O presidente Alejandro Domínguez neste momento está em deslocamento a Medellín."

Nenhum comentário