Header Ads

Neymar vai depor como réu na Espanha

A negociação de Neymar com o Barcelona ainda está em investigação. 

Segundo o jornal espanhol El Mundo, o juiz José de la Mata determinou que Neymar se pronuncie a Procuradoria-Geral da Espanha nos dias 1 e 2 de fevereiro na condição de investigado no caso referente a sua transferência, em 2013.

Em documento apresentado na última semana, a promotoria solicitou também que deponham como réus Josep María Bartomeu, presidente do Barcelona; Sandro Rosell, ex-presidente do clube; Neymar dos Santos Silva, pai do jogador; Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro e Odílio Rodríguez, ex-presidentes do Santos.

O grupo é investigado por suposta fraude no contrato de Neymar com o Barcelona. Na época, o Barça informou ter desembolsado 57,1 milhões de euros pelo reforço. Mais tarde, admitiu que o gasto foi maior: quase 100 milhões de euros. Do total, mais 40 milhões de euros foram para a empresa do pai de Neymar no Brasil por conta dos direitos do jogado


O atacante irá depor no dia 2 de fevereiro, às 10h (horário local). Por sua vez, Bartomeu e Rosell falam à Justiça no dia anterior, às 10h e às 11h30. Segundo o magistrado, as solicitações da Procuradoria são "pertinentes, necessárias e proporcionais" para averiguação.

Nenhum comentário