sponsor

Slider

Champions League

Futebol Nacional

Futebol Internacional

Futebol Alemão

Futebol Inglês

Futebol Espanhol

Futebol Italiano

» » » » » » Ferdinand se despede do Futebol


O zagueiro Rio Ferdinand anunciou sua aposentadoria neste sábado. Aos 36 anos, o jogador pendurou as chuteiras atuando pelo Queens Park Rangers, após ter uma temporada difícil.

"Depois de 18 anos como jogador profissional, agora eu sinto que é a hora certa para me aposentar do jogo que eu amo. Nesta temporada eu realmente vi que era a hora de tirar as chuteiras, voltar para casa e ver outras pessoas jogarem", disse ao BT Sport.

Não poderia ter sido mais complicado o último ano para Ferdinand. A nível profissional, amargou o último lugar na Premier League e consequentemente o rebaixamento para a segunda divisão. Na vida pessoal, viveu o drama da morte de sua esposa, devido a um câncer. No entanto, o que fica na memória é uma carreira digna de orgulho e repleta de glórias.

Revelado pelo West Ham, Rio Ferdinand passou também pelo Leeds United, uma das mais fortes equipes inglesas na ocasião, e pelo modesto Bournemouth. Quando saiu do Leeds rumo ao Manchester United, foi vendido por 30 milhões de libras, um valor considerado astronômico para um zagueiro. Sob comando do lendário Alex Ferguson, o zagueiro escreveu seu nome na história do clube.
Entre 2002 e 2014, atuou pelos diabos vermelhos em 455 partidas, tendo vencido 295 delas. Participou da fase mais vitoriosa da equipe, conquistando ao todo 17 títulos. Entre os troféus levantados, destaque para um da Liga dos Campeões, seis da Premier League e um do Mundial de Clubes.

Apesar de seu auge ter sido com a camisa do Manchester United, Ferdinand fez questão de mostrar gratidão e orgulho por toda a sua trajetória como jogador.

"Nunca sonhei que poderia jogar no meu clube de infância, o West Ham, que seria capitão do Leeds United, conquistasse a Liga dos Campeões pelo Manchester United, ou reencontrasse meu primeiro técnico, Harryk Redknapp, no Queens Park Rangers. Vou sempre lembrar das 81 vezes em que joguei pela seleção da Inglaterra, com imenso orgulho. Vou levar estas memórias preciosas para o resto da vida", disse.


«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply