Header Ads

Real Madrid vence Granada



Uma partida que começou as 7 horas (no horário de Brasília) ou as 12 horas ( no horário Espanhol), teve dez gols.

Real Madrid e Granada se enfrentaram pela 29° rodada do campeonato espanhol, e o favorito venceu. Com um placar de 9 x 1, o Real Madrid garantiu mais três pontos na competição, mas não ultrapassa o Barcelona.

O Real Madrid teve a volta dos "seis ideais", os seis jogadores de frente considerados titulares: Toni Kroos, Luka Modric, James Rodríguez, que não jogava há quase dois meses, Cristiano Ronaldo, Gareth Bale e Karim Benzema. 
Com os seis, não houve muita dificuldade para vencer a defesa do Granada, que dava bastante espaço. Os jogadores de frente tinham auxílio ainda dos laterais. O primeiro lance de perigo foi quando Marcelo cruzou para Arbeloa completar, mas para fora, aos 24 minutos. 
Pouco depois disso, saiu o primeiro gol. Bale recebeu de Kroos na frente, ganhou da zaga, driblou o goleiro e por pouco não entrou com bola e tudo. 
Depois disso, foi a vez de Cristiano Ronaldo aparecer, marcando o triplete mais rápido da carreira: em oito minutos, o português aumentou o placar para 4 a 0. 
No primeiro, contou com assistência de James e bateu no canto do goleiro. Depois, pegou rebote de Oier para marcar. Para fechar a primeira etapa com chave de ouro, um chute forte de fora da área que, sim, contou com a contribuição de Oier. 
O Granada era um time que jogava e deixava jogar. Ainda no primeiro tempo, acertou uma bola no travessão de Casillas, com seu jogador mais perigoso, El Arabi. Mas era difícil sobreviver a um ataque tão poderoso. 
Logo aos seis minutos da segunda metade, Benzema aproveitou escanteio cobrado por James, matou no peito e bateu bonito para vencer mais uma vez Oier.
Dois minutos depois, Marcelo lançou, Bale ajeitou e Ronaldo mandou para a rede. Estava  fácil. Benzema marcou outro aos dez. Perdeu a conta? 7 a 0. 
Roberto Ibáñez finalmente conseguiu aproveitar uma chance do outro lado e diminuiu aos 28. Mas Mainz estava a fim de ajudar os donos da casa e marcou contra. 8 a 1.
A fome de gol não estava saciada. Cristiano Ronaldo queria marcar cinco gols em um jogo pela primeira vez na carreira. O gol saiu aos 44. O português aproveitou cobrança de falta da direita e, de cabeça, fez o quinto individual, o nono do time. Não faltou chocolate na páscoa madridista. 

Nenhum comentário